sábado, 9 de abril de 2011

Flagrante de atendimento à vítima por apenas dois socorrista

Foto:Alagoasweb


SAMU funciona de forma precária em algumas bases descentralizadas nos municípios de Alagoas com apenas dois socorristas; 1 Condutor Socorrista e 1 Técnico Socorrista. colocando a vida das vítimas e da população em risco.

Este flagrante de atendimento do SAMU com apenas dois Socorristas, mostra as dificuldades enfrentadas pelas duplas de socorristas, para realizar os procedimentos correto em atendimento a vítima.

O APH determina para um bom atendimento com as condições mínimas garantida, que seja realizada por uma equipe composta pelo menos com 3 socorristas, que é o caso das unidades básicas (USB) do SAMU.(1 Condutor e 2 Técnicos).

Na foto podemos observar que a equipe sem condições mínima de trabalho, convocou um popular para ajudar na passagem para a prançha de um paciente vítima de trauma sem os devidos cuidados de equipamentos de proteção individual EPI, (Luvas,Botas,Macacão...etc.)

O serviço ficou comprometido uma vez que esse popular não tem a devida experiência em realizar o movimento de rolagem que permite a vítima ser colocada na prancha sem agravar o trauma.

Por outro lado, o popular que ajudou a equipe, correu risco de se contaminar com material, Biológico infectocontagioso produzido no local do acidente.

Tá na hora do Governo Federal investir no SAMU com qualidade, e cobrar dos estados e municípios o cumprimento das diretrizes do APH, o qual o serviço tem a finalidade.

2 comentários:

Anônimo disse...

Acontece comigo!
Condutor despreparado, atrapalhando o meu trabalho.
É uma pena que estamos a mercer da politicagem dos municipios e o sinsamu, NUNCA, nos fez uma visita para poder-mos unir nossas forças e lutar-mos por melhorias no serviço!
O anônimato é por medo das repressarias do poder publico!

Anônimo disse...

é um completo descaso vergonhoso

Postar um comentário