segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

REUNIÃO AMANHÃ 01 DE FEVEREIRO COM O SECRETÁRIO DE SAÚDE


O Sinsamu/Al, conseguiu agendar para terça feira 1 de fevereiro de 2011, uma reunião com o secretário de Saúde Alexandre Toledo.

A reunião tem como pauta levar ao conhecimento do Secretário o desejo de melhoria de condições de trabalho e salarial dos profissionais lotado no SAMU Maceió e Arapiraca e parceria permanente dos servidores com o governo.

Centrais realizam nesta terça-feira (01) mobilização na abertura do Congresso Nacional pelo salário mínimo de R$ 580 já!


As Centrais Sindicais realizam nesta terça-feira (01) uma mobilização na abertura dos trabalhos do Congresso Nacional, em Brasília. O objetivo dos sindicalistas é conversar com deputados e senadores sobre a importância da aprovação imediata dos R$ 580 para o salário mínimo e a necessidade do reajuste de 6,5% da tabela do Imposto de Renda.

De acordo com os dirigentes sindicais, a política de valorização permanente do salário mínimo, que teve início com o presidente Lula, é fundamental para o desenvolvimento do Brasil, com o fortalecimento do seu mercado interno, para a distribuição de renda e para que a presidenta Dilma Rousseff tenha êxito no seu compromisso de erradicar a miséria no país.

O ato no Congresso Nacional vai anteceder a segunda reunião das Centrais com o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, quarta-feira (02), no Palácio do Planalto. Na semana passada foi realizada a primeira reunião entre sindicalistas e governo. O ministro Gilberto Carvalho irá apresentar um parecer da presidenta Dilma Rousseff aos trabalhadores.


http://www.cgtb.org.br

EDUARDO GARANTE PISO DE R$ 1,2 MIL PARA MOTORISTAS DE SAMU




Quem dirige veículos de emergência pode ganhar um piso salarial nacional de R$ 1,2 mil. É o que garante o projeto de lei nº 7895 do deputado federal Eduardo da Fonte, já em tramitação na Câmara Federal desde a quinta-feira (dia 11), tão logo foram reiniciados os trabalhos parlamentares. De acordo com o PL 7895, para ganhar os R$ 1,2 mil o motorista ou condutor de veículo de emergência é obrigado a ter diploma de nível médio e habilitação para dirigir ambulância – seja a comum, de pequeno porte, ou de grande porte, tipo SAMU (Serviço de Atendimento Médico de Emergência).

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) deve ser de no mínimo da categoria “D”. Os motoristas devem ter experiência de pelo menos dois anos. O deputado Eduardo da Fonte salienta: o piso será reajustado anualmente pela variação do INPC, calculado pelo IBGE. “Eles terão direito a no mínimo 30% da remuneração mensal ao desempenhar ao mesmo tempo a função de socorrista”, destaca, para em seguida acrescentar: “Terão ainda 30% pelo exercício de atividades penosas e 25% de adicional noturno sobre o valor da hora diurno”.

Eduardo da Fonte afirma ainda que vai batalhar para que os motoristas de veículos de emergência tenham aposentadoria especial após 25 anos de efetivo exercício nas respectivas atividades. Ele observou que seu projeto inclui também a criação de um seguro obrigatório custeado pelo empregador desses motoristas, destinado à cobertura dos riscos inerentes ao seu dia a dia (veja aqui a íntegra do PL 7895). Eduardo frisa que seu objetivo é regulamentar uma profissão ligada intrinsecamente à área da saúde e valorizar profissionais cuja rotina é salvar vidas, assegurando “um mínimo de segurança financeira e condições dignas de trabalho para que sua atuação se realize de forma competente e efetiva”.

O Presidente do SINSAMU/AL já entrou em contato com o Deputado Eduardo da Fonte, em busca de mais informações com a finalidade de apoiar e está presente durante a tramitação da PL7895 na Câmara

sábado, 15 de janeiro de 2011

Centrais dão início aos preparativos do 1º de Maio unitário


As Centrais Sindicais CGTB, CTB, Força Sindical, Nova Central e UGT realizaram reunião na sexta-feira (14), em São Paulo, para discutir o início dos preparativos para o 1º de Maio deste ano que será unitário. Os dirigentes já definiram que o local do ato será na Barra Funda, na zona oeste da cidade. A prefeitura já deu a autorização.

Na reunião as lideranças sindicais também debateram a estrutura, arrecadação de recursos, organização e os possíveis temas do evento.

O secretário-geral da CGTB, Carlos Alberto Pereira, disse que com a realização deste 1º de Maio unitário o movimento sindical brasileiro “dá mais um passo no caminho da unidade que está sendo construída nos últimos anos. Desde o início do governo Lula estamos com essa proposta. Essa iniciativa é muito importante para o Brasil”.

Pereira defendeu que o tema do 1º de Maio unitário seja em cima das bandeiras que une as Centrais: desenvolvimento com soberania, política permanente de valorização do salário mínimo, fortalecimento da economia nacional, do mercado interno e valorização do trabalho.

“As Centrais fazerem o 1º de Maio juntas não é pouca coisa. Temos que fazer um evento político defendendo o emprego. Na semana do ato precisamos de uma mobilização que repercuta nossas propostas que foram aprovadas na Conferência Nacional da Classe Trabalhadora”, falou o presidente da CTB, Wagner Gomes.

O presidente da Força Sindical e deputado federal, Paulo Pereira da Silva (Paulinho), afirmou que entre os temas “seria justo uma homenagem ao ex-presidente Lula”.

“Estaremos juntos porque unidos somos mais fortes. Temos que dar um holofote grande na defesa do fim do fator previdenciário”, ressaltou o presidente da Nova Central-SP, Luiz Gonçalves (Luizinho).

Para o presidente da UGT, Ricardo Patah, “a idéia de fazer o 1º de Maio com todo mundo junto é muito boa. Já estivemos juntos em várias situações adversas e agora estaremos juntos em uma celebração

Pela CGTB também esteve presente o presidente da CGTB-SP, Paulo Sabóia.


www.cgtb.org.br

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

SINSAMU-AL começa o ano buscando melhorias para Categoria


CLIQUE NA FOLHA PARA AMPLIAR

O Presidente do SINSAMU-AL Ely Santos, protocolou hoje 05 de janeiro de 2011, solicitação de reunião com o Srº Secretário de Saúde do estado de Alagoas Alexandre Toledo, na pauta parceria entre o gestor da saúde e os servidores do SAMU Maceió e Arapiraca e explanação dos anseios dos servidores entre outros assuntos.

Com essa reunião, o Sinsamu busca passar todas as informaçõs dos Servidores ao Secretário, buscando a implantação das gratificações que já são aplicada de forma legal em outros estados.

Informamos ainda que até no máximo amanhã, estaremos anunciando a data da nossa próxima assembleia geral.

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

SINSAMU-AL INFORMA

Servidores que não receberam salários vão receber em folha suplementar segundo informação do Sesau.


A Coordenaria Setorial de Gestão de Pessoas (CSGP) da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) esclarece que a falta de pagamento do salário ou a menos de alguns servidores da Sesau ocorreu em consequência de um erro na folha de pagamento do Estado.

Informações da Secretaria de Gestão Pública dão conta que ocorreu um erro no processamento da folha por causa na mudança do sistema da folha de pagamento do órgão.

A Secretaria de Gestão Pública já sinalizou que não haverá prejuízos porque serão corrigidos com brevidade e que o pagamento dos salários dos servidores que não receberam nesta quinta-feira (30) será pago em folha suplementar que deverá ser liberada em breve.

As informações foram passada pelo SESAU.

Vamos aguardar os acontecimentos durante esta semana, como já foi informado será liberado em uma folha suplementar do pagamento devido aos servidores.

Ely Santos
Presidente SINSAMU-AL